Mapuá

Existe um distrito próximo a Jaguaribe que recebeu o nome do açude: o distrito de Mapuá. Lá conversamos com Seu Luís que contou um pouco da história do açude que represa um pouco da água do Rio Jaguaribe. O lugar é a festa da criançada que se reúne nos dias quentes para tomar banho e dos adultos no passado quando saiam em busca de peixe. Isso acontecia no passado, pois depois da construção da Barragem do Castanhão os peixes pararam de aparecer no Açude Mapuá.

            Os pescadores tem que andar grande distância em direção a Barragem para conseguir pescar e se mostram indignados com o resultado da construção da obra.

Cordelista Edmundo

Seu Edmundo cordelista como é conhecido por todos nos conta com paixão do seu trabalho e como surgi seu interesse em cordéis. Ele descreve que seu pai o levava para as feiras onde escutava os artistas recitarem seus cordéis.com 14 anos escreveu seu próprio cordel. Com muita emoção nos fala de seu maior cordel lançado em março de 2003 com o titulo A feira de Jaguaribe que traz todas as lembranças da sua época de menino.

Açude Feiticeiro

Logo quer chegamos ao açude do feiticeiro seu João Batista vem fala com agente, perguntamos se ele poderia fala um pouco da historia do açude, ele nem deixou nos termina de fala começou a conta a origem do açude e por que  do nome açude do feiticeiro ele nos diz que  em tempo de seca ,o riacho continuava com agua e cercado de verde, o povo  garantiam que o açude era enfeitiçado. O Açude foi construindo em 1932 por Joaquim Távora e quer muitos jumentos foi usado como meio de transporte de materiais pra construção.  Os morados  de feiticeiro tira do açude o sustento da família com a pesca e agricultura, o açude tem uma diversidade de peixes como a tilápia, tucunaré, traíra e outros.

Casa mal assombrada – Jaguaribe

Este slideshow necessita de JavaScript.

No caminho entre Jaguaribe e Mapuá existe uma casa de um antigo comerciante que está abandonada. Ela é motivo de superstição por parte dos moradores da cidade, uma lenda repassada de geração em geração que conta a tragédia de uma jovem, filha do tal empreendedor.

            Como era uma parada comercial de quem ia de Mapuá para Jaguaribe, o comerciante recebia muitos viajantes e por um destes a moça se apaixonou. O namoro proibido foi resolvido com uma tentativa de fuga da moça, que ao tentar descer a janela do quarto em que habitava, acabou caindo e morrendo. Daí a lenda é recontada de várias formas: alguns dizem que ela sobreviveu, outros que o seu espiríto ainda hoje assombra a casa e etc. Mas continua motivo de dúvida para quem visita o enorme casarão…

Feira Municipal

Este slideshow necessita de JavaScript.

O mercado municipal esta localizando no centro de Jaguaribe. Sua construção foi em 1949, na gestão do prefeito Celso Barreira. Conta-nos Antônio Diógenes conhecido com netinho, que trabalha no mercado e reclama da queda nas vendes, alega ser por causa do crescimento de comercio na cidade.