Ponte de Sabiaguaba

A ponte quando estava em construção os moradores atravessavam de canoa que demorava muito a chegar. Hoje com a conclusão da ponte, facilitou a vida deles, pois o acesso á praia ficou mais fácil e os restaurantes, barracas passaram a vender mais.

PPT – 2011 – Centro – Escola de Música Luiz Assunção

De um prédio abandonado surge a Escola de Música Luiz Assunção, fundada em 1950 por Jairo Castelo Branco. Um prédio muito antigo e tombado a nível municipal homenageia Luiz Assunção, este um grande músico e compositor cearense.

A Escola é um lugar de lutas e sonhos, pois não recebe nenhum tipo de apoio financeiro a não ser dos alunos que a frequentam e pagam por suas aulas. Foi a única escola de música do Ceará a criar a Orquestra sinfônica do Estado. Sr. Jairo Castelo Branco é quem cuida e administra a escola desde sua fundação e alega que o prédio por ser um bem patrimonial tombado deveria ter mais cuidados pelo órgão que a tombou, pois desde o seu tombamento não houve manutenção a não ser por ele próprio. Jairo luta por uma escola de qualidade e sente o lugar como sua casa.

A escola oferece aulas de piano, canto, violão e outros instrumentos trazendo arte para o público cearense. Acima está uma entrevista Com o Sr. Jairo Castelo Branco e sua arte: o canto.

PPT – 2011 – MARACATU REI DO CONGO

Senhora do Rosário foi quem me trouxe aqui, Senhora do Rosário foi quem me trouxe aqui. Água do mar é santa eu vi, eu vi, eu vi. Água do mar é santa eu vi, eu vi, eu vi. (Loa – Senhora do Rosário)

O maracatu é uma manifestação cultural de tradição afro-brasileira rica em batuques, cores, danças e simbologias. O Maracatu Rei do Congo surgiu em setembro de 2009 e sua sede se localiza no Centro da Cidade de Fortaleza na Rua Major facundo. O espaço é aberto o ano inteiro para ensaios e convivência no intuito de ser um mantedor da cultura tanto material quanto imaterial e difusor de heranças étnicas para população que envolve crianças, jovens e adultos.

O maracatu é uma manifestação cultural de tradição afro-brasileira rica em batuques, cores, danças e simbologias. O Maracatu Rei do Congo surgiu em setembro de 2009 e sua sede se localiza no Centro da Cidade de Fortaleza na Rua Major facundo. O espaço é aberto o ano inteiro para ensaios e convivência no intuito de ser um mantedor da cultura tanto material quanto imaterial e difusor de heranças étnicas para população que envolve crianças, jovens e adultos.

O Maracatu Rei do Congo remete ao “rei do congo” trazido ao Brasil por africanos do Congo e da Angola e aqui no Brasil se manifesta com uma homenagem em cortejo. Este, constitui-se de baliza, porta-estandarte, estandarte, lampiões, índios, africanos (opcional), negras, baianas, negra da calunga ou calungueira, calunga, negra do incenso, balaiero, balaio, negra florista, pretos-velhos, batuque, tirador de loas ou macumbeiro, orixás, corte e chapéu de sol, cada um com seus significados e simbologias. Rodrigo Damasceno o atual presidente do Maracatu rei do Congo nos traz uma entrevista nos falando mais sobre esta tradição. Confira o vídeo…

PPT – 2011 – Caminhando pelas ruas do Centro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje nós tivemos a oportunidade de registrar mais lugares no Centro da Cidade. A diversidade flui nesse lugar e então fomos experimentar. Registramos a Igreja do Carmo e a Capela Nossa Senhora Medianeira como um lugar de memória e paz.  Tivemos também a oportunidade de conhecer o Instituto Histórico do Ceará, um grande centro da preservação da memória do nosso estado.

PPT – 2011 – O Centro como um lugar de memória e história!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A pulsação do Centro de Fortaleza, seus aromas, suas estórias e história, o ritmo nervoso e demasiado humano do coração da cidade. (Assessoria de Imprensa Secultfor)

Hoje o dia foi corrido, mas muito rico em história e memória. Pelas ruas do centro fomos conhecer e registrar o Parque das Crianças e a Escola de Música Luiz Assunção e nesses dois espaços podemos vivenciá-los e senti-los em sua essência de um centro para além do comercio.

PPT – 2011 – Desbravando os bens culturais do nosso Centro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje 3 de novembro de 2011 fomos a campo. Os alunos se organizaram em suas tarefas para o registro e todos juntos foram conhecer e registrar a Dona Abigail conhecida como uma benzedeira há muitos anos no bairro. Fomos também ao encontro de Dona Margarida que nos esclarece muito sobre a religião umbanda. O Maracatu Rei do Congo representado por seu presidente Rodrigo também nos falou sobre o maracatu e suas tradições. Todo esse material coletado será postado aqui para que vocês  percebam a riqueza do centro de nossa cidade. Aguardem e até a próxima.