Fortim – Seleção dos Patrimônios!

Hoje as atividades foram de extrema importância para a grande finalidade do projeto, os alunos revisaram e estabeleceram a escolha dos seus patrimônios. Com isso estamos chegando cada vez mais perto das aulas de campo, momento muito esperando pela turma. Onde colocaremos na esfera da práxis os conhecimentos adquiridos nesses três dias de formações teóricas. Por isso estamos todos com grandes perspectivas dos próximos dias. Vamos todos embarcar nessa van que nos vai levar a essa grande viagem através das memorias de nossa comunidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fortim – 2º dia

No segundo dia já contamos com mais tripulantes, tanto em Coqueirinho como no centro de Fortim! As turmas, menos tímidas agora já pisam com mais firmeza na própria terra. É gostoso perceber que existem elementos culturais tantos e ainda por cima tão próximos. O repentista, a rezadeira, o museu, a lagoa e o rio! (Ah! O rio!). Tudo tão grande, tão profundo e a um palmo de distância.
Enquanto se discutia patrimônio, o patrimônio surgia no meio das salas. Cada um com uma história pra contar e num movimento incontrolável. Num momento estávamos na criação da comunidade de Coqueirinho e num outro, na lagoa que agora está seca. Quando a gente diz, assim como quem quer; se é patrimônio, a gente pode pensar numa forma de preservar, pra ver se enche de novo?
Ansiedade aumentando no grupo cada vez mais companheiro!
A jornada continua!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jaguaribe: nós e o banner(tarde 2 dia)

Começamos exercitando uma cultura de leitura coletiva. Lendo juntos conseguimos aprender melhor. Lemos o texto do módulo e fomos discutindo uma a um os tipos de bens culturais com o intuito de descobrir melhor a cidade e a nós mesmos.

Na hora da escolha dos lugares que iriamos visitar tivemos que nos esforçar mais pois muito bens tinha sido escolhidos pelo pessoal da manha , porém isso nos obrigou a “escavar” mais ainda as memorias coletivas em busca dos guardiões de memoria mais desconhecidos, os rituais religiosos mais escondidos, os modos de fazer mais incomuns e os lugares de memória menos visitados. Ufa! Estamos apenas no início do trabalho

IMG_9641

Jaguaribe, galera da tarde!!!

Começamos exercitando uma cultura de leitura coletiva. Lendo juntos conseguimos aprender melhor. Lemos o texto do módulo e fomos discutindo uma a um os tipos de bens culturais com o intuito de descobrir os modos de fazer mais incomuns e os lugares de memória menos visitados. Ufa! Estamos apenas no início do trabalho, os rituais religiosos mais escondidos, porém isso nos obrigou a “escavar” mais ainda as memorias coletivas em busca dos guardiões de memoria mais desconhecidos.

Jaguaribe, todos juntos e felizes (manhã).

Jaguaribe em foco!

Jaguaribe em foco!

Para quebrar o gelo e o sono da manha começamos com a dinâmica da casa, através da brincadeira de procurar um lugar para morar refletimos sobre as remoções de famílias de suas casas por grandes obras. Em seguida fomos combater o senso comum presente em nós sobre patrimônio que nos eva sempre a pensar apenas em lugares de memória. Com muita proza e vários vídeos ampliamos nosso conceito para abarcar as manifestações culturais, os ritos religiosos, os saberes e modos de fazer e os guardiões de memória como patrimônio. Inclusive tivemos uma calorada e divertida discussão sobre religiões de matrizes africanas.

Por fim ao remontar nosso painel de bens culturais de Jaguaribe os alunos descobriram que ao contrário do que pensavam existem sim muitos bens para registrar em sua cidade e ficaram ansiosos para iniciar os trabalhos, mas todo calma é necessária pois ainda é necessário planejar a pesquisa. È o que faremos amanha…

Jaguaribe 1º dia!!!! (tarde)

Mais uma vez utilizamos a dinâmica abordando a coletividade através da teia. Começamos os trabalhos discutindo a cultura em seus diversos níveis enfocando que a cultura ou melhor as culturas são diversas e que se deve respeitá-las ao não ser que a prática delas  seja preconceituosa e que fira os direitos humanos. Seguimos o dia com apresentação de slides sobre cultura e discutindo com os alunos sobre a afirmação destes que em Jaguaribe não existe patrimônio cultural apenas fora da cidade. Será mesmo? É o que descobriremos nos próximos dias. ops Mais uma vez utilizamos a dinâmica abordando a coletividade através da teia. Começamos os trabalhos discutindo a cultura em seus diversos níveis enfocando que a cultura ou melhor as culturas são diversas e que se deve respeitá-las ao não ser que a prática delas  seja preconceituosa e que fira os direitos humanos. Seguimos o dia com apresentação de slides sobre cultura e discutindo com os alunos sobre a afirmação destes que em Jaguaribe  existe patrimônio cultural apenas fora da cidade. Será mesmo? É o que descobriremos nos próximos dias.

Mais uma vez utilizamos a dinâmica abordando a coletividade através da teia. Começamos os trabalhos discutindo a cultura em seus diversos níveis enfocando que a cultura ou melhor as culturas são diversas e que se deve respeitá-las ao não ser que a prática delas seja preconceituosa e que fira os direitos humanos. Seguimos o dia com apresentação de slides sobre cultura e discutindo com os alunos sobre a afirmação destes que em Jaguaribe não existe patrimônio cultural apenas fora da cidade. Será mesmo? É o que descobriremos nos próximos dias.

Jaguaribe 1º dia!!!! (manhã)

PPT/2013, Jaguaribe- manhã

PPT/2013, Jaguaribe- manhã

Começamos com a dinâmica da teia com o intuito de fortificar os laços de coletividade e cultivar o espirito de grupo. Participarem deste primeiro momento parceiras e parceiros da Prefeitura de Jaguaribe, Secretaria de Cultura e do Colégio ao qual estamos utilizando as estalações. Os alunos se entusiasmaram com o kit e com as possibilidades do projeto.

O animais tem cultura?Podem passar de geração a geração seus conhecimentos, formas de expressão e etc? Estas foram nossas primeiras perguntas de hoje. Boa parte da turma estava cansada da prova do ENEM mas juntos construímos nossa resposta a pergunta: O que é cultura? Vimos que não se pode falar em cultura sem considerar a multiplicidade dos indivíduos, os grupos ao qual fazem parte e sua classe social. Primeiras pistas como num quadro em suas primeiras pinceladas…Jaguaribe esperamos te decifrar!