Dona Alice

Maria Alice de lima Monteiro. A senhora Alice é nativa de Sabiaguaba, ela fala com carinho sobre sua vida na região, de como criou seus filhos com a venda do peixe, camarão. Hoje, não se tem mais fartura como era antes, assim diz Dona Alice, que acha que o rio vai secar e tudo vai ficar mais difícil para os moradores.

Casa José Albano

É uma casa construída com barro, sua estrutura é simples, mas protegida pelo verde espontâneo da mata. Hoje, o terreno já tem mais três casas, ou seja, a família aumentou e as ideias também. O espaço conta com um acervo de pesquisa sobre a casa e também sobre Sabiaguaba.

Magic Surf School

Foi um projeto criado por Evair Marcos, conhecido como Magão, já falecido. Ele realizava oficinas com crianças e adolescentes. A magic Surf é um cenário que nos prende a atenção, é um verde misturado com o marron que protege todo o espaço florestal, os dois juntos formam o mangue.

Eco Museu Natural do Mangue

Boa parte do acervo foi doado pelos moradores do mangue. O mediador Rusth fala sobre a extinção da vida marinha e dar exemplos, como o cavalo marinho, animal sensível. Ele mostra corpo dorsal de alguns bichos, e orienta aos alunos o cuidado que devem ter ao comer caranguejos nas barracas, a questão do caranguejo fêmea e macho. Depois a turma vai até o mangue e deixa também sua marca, claro a marca natural, plantam a chamada semente canetinha que caem do próprio mangue. Que lindo hein!

Comunidade Geriberaba

São setenta e duas famílias de origem indígena que ocupam a comunidade Geriberaba. Os guardiões de memória, a senhora Maria, Ana Maria e o senhor Valdemir narram com dinamismo de como era antes a vida em Geriberaba. Os senhores comentam sobre o transporte, que a escola era longe, e fala também sobre como era o lazer, que as pessoas visitavam o forró do reboco e que podiam chegar em casa tarde, pois não existia violência, drogas, a vida era tranquila, mesmo sem energia, a vida em geriberaba era iluminada, farta e feliz.